• Alexandre Okubo Dermato

MELASMA: por que é tão difícil tratar?


Já usei dezenas de produtos... Fiz vários procedimentos... Meu Melasma fica voltando... O que posso fazer para eliminar ele de vez? Esses são alguns exemplos de frase que escuto frequentemente no consultório.

Muitos pacientes chegam ao consultório dermatológico com a queixa que vem tentando tratar o Melasma há tempos, usando vários cremes, vários protetores solares e nunca conseguem se livrar do problema.

A resposta para isso é simples: não há cura para o Melasma! Apenas controle. Como assim?

O Melasma deve ser tratado pelo dermatologista como qualquer doença crônica que acomete o corpo humano: diabetes, pressão alta, psoríase, fibromialgia, artrose, etc…

Para o surgimento do Melasma há vários fatores envolvidos: genético, hormonal (pílula, tratamentos hormonais, gravidez), emocional (stress crônico), ambientais (sol, luz visível, calor).

Para não ocorrer piora, ou crises de Melasma a pessoa deveria ficar em um quarto escuro resfriado. Por isso a dificuldade do tratamento. Ainda mais no clima do Brasil.

O primeiro passo para se ter sucesso no tratamento do Melasma é entender sua natureza: vai ter momentos de piora e melhora.

Por mais alto o fator solar (FPS) e “tecnológico” não há possibilidade de proteção 100%.

Não há tratamento 100% eficaz e SEM riscos de recaídas.

A palavra chave para o tratamento do Melasma é: CONTROLE.

Aqui abaixo segue um vídeo que fiz há algum tempo com orientações para otimizar o controle do Melasma.


0 visualização

Dr. Alexandre Okubo Dermatologista

Rua Borges Lagoa 1065 - cj. 144 - Vila Mariana - SP 

©2018 Alexandre Okubo Dermatologista - CRM-SP 90.743 - RQE 30051

Alexandre Okubo - Doctoralia.com.br