Rua Borges Lagoa 1065 - cj. 144 - Vila Mariana - SP 

11 5549-1552

©2018 Alexandre Okubo Dermatologista - CRM-SP 90.743 - RQE 30051

Dr. Alexandre Okubo Dermatologista

Autoexame da Pele, por que é importante?

December 7, 2017

O melanoma é tipo mais mortal de câncer de pele, mas quando detectado precocemente, ele pode ser tratado com sucesso.

 

Se você não leu nada sobre câncer de pele, sugiro que leia meus artigos anteriores:

 

O principal câncer de pele que queremos diagnosticar com rapidez é o MELANOMA. Quanto mais cedo for seu diagnóstico, maior chance de cura e menor chance dele se espalhar para outras partes do corpo (metástases).

 

Você mesma pode realizar um autoexame,  ou examinar seu parceiro (companheiro) para:

 

  1. conhecer melhor a sua pele (as pintas que você possui).

  2. fazer uma varredura das pintas que você deve ficar mais atenta.

 

 

 

 

 

Regra prática do "ABCDE" para detecção precoce do Melanoma. Os dermatologistas norte-americanos da Universidade de Nova York (NYU) Robert Friedman e Darrell Rigel desenvolveram uma regra prática para identificar lesões cutâneas suspeitas de melanoma.

Você pode identificar alguns sinais de suspeita de melanoma procurando o seguinte:

  • "A" - assimetria: uma metade da mancha diferente da outra;

  • "B"bordas irregulares, muito recortadas e pouco definidas;

  • "C" - cores: variadas de uma área para outra; tons de marrom e preto; às vezes branco, vermelho ou azul.

  • "D" - diâmetro: geralmente o diagnóstico de melanoma é feito nas lesões com mais de 6mm de diâmetro;

  • "E" evolução: a pinta está mudando seu tamanho, formato ou cor? Está tendo outros sintomas associados: dor, coceira, etc.?

Se você verificou algum desses sinais em sua pinta ou mancha, não quer dizer que você tem melanoma. Procure um dermatologista de sua confiança para ele fazer um exame mais minucioso. Ele é o profissional com formação para realizar esse diagnóstico.

 

Um dos exames auxiliares que podem ser feitos é a DERMATOSCOPIA. Ela pode fornecer mais dados a respeito da lesão que irão ajudar no correto diagnóstico da lesão. Esse exame é feito com um aparelho chamado dermatoscópio, que amplia o tamanho da lesão e fornece mais dados para o médico. O dermatologista tem formação para reconhecer esses sinais e fazer um diagnóstico mais preciso.

 

A conclusão final, porém, só é fechada através da BIÓPSIA de pele da lesão suspeita.

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

Recent Posts

Please reload

Archive

Please reload

Tags